Lula ignora Puccinelli e diz que seu candidato é Zeca

Desde que chegou a Campo Grande, presidente deixou clara sua opção pelo ex-governador petista

Celso Bejarano iG Campo Grande |

Em que pese os esforços de aproximação do governador e candidato à reeleição André Puccinelli (PMDB), o presidente Lula logo que chegou a Campo Grande deixou claro que seu candidato no Mato Grosso do Sul (MS) é Zeca do PT.

Desde a chegada de Lula e da presidenciável Dilma Roussef a Campo Grande, Puccinelli e Zeca disputavam, “ombro a ombro” a preferência dos visitantes.

Entretanto, desde cedo Lula privilegiou a candidatura do companheiro Zeca do PT ao governo do Estado. 

Segundo informou a assessoria de Zeca, Lula se dispôs a fazer uma gravação trazendo o que chamou de “depoimento diferenciado” em favor do candidato petista.

O presidente acrescentou que, se for preciso, “retornará ao Estado para, mais uma vez, ajudá-lo a vencer as eleições.

Até agora, segundo pesquisas divulgadas pelo Ibope, Puccinelli venceria Zeca já no primeiro turno com diferença de 19 pontos percentuais. O Estado possui 1,7 milhão de eleitores.

Pela manhã, o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, do PMDB, aliado de Puccinelli, mas que diz apoiar Dilma, disse que Lula almoçaria com eles na Base Aérea da cidade. Mas o encontro foi desmarcado logo em seguida.

A explicação é que Lula teria se atrasado em Dourados, outra cidade de MS visitada por ele pela manhã.

Ainda assim, Puccinelli conseguiu conversar com Lula no aeroporto. Mais tarde, no hotel, Zeca conversou com Lula por uma hora.

A assessoria do petista disse que Lula prometeu gravar um depoimento que fala como conheceu Zeca e que são amigos antigos. “Com isso, o eleitor vai saber realmente quem é parceiro do presidente e a Dilma”, disse a assessoria.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG