Lei da ¿Ficha Limpa¿ barra mais dois no MS

TRE-MS nega pedido de registro das candidaturas do ex-prefeito de Corumbá Eder Moreira e de José Tomaz da Silva

Marcello Sigwalt - iG Brasília |

Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) negou dois pedidos de registro de candidatura, com base na aplicação da Lei Complementar 135/10, a Lei da "Ficha Limpa".

Os pedidos de registro rejeitados referem-se ao ex-prefeito de Corumbá Eder Moreira Brambilla e de José Tomaz da Silva.

A candidatura de Brambilla – da coligação Amor, Trabalho e Fé II (PTB, PTN, PPS, PRTB, PHS, PTC e PT do B) – foi impugnada devido à condenação das contas de sua administração em Corumbá pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Com a impugnação, solicitada pela Procuradoria Regional Eleitoral, o ex-prefeito está automaticamente inelegível por oito anos, assim como José Tomaz, em razão de condenação criminal. Ambos pertencem à mesma coligação.

Dos 310 pedidos de registro de candidaturas analisados, o TRE-MS indeferiu 14.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG