Kirchner e Patriota acertam visita de Dilma à Argentina

A visita de Dilma Rousseff está prevista para o dia 31 de janeiro

AFP |

A presidente argentina, Cristina Kirchner, e o chanceler brasileiro, Antonio Patriota, se reuniram nesta segunda-feira, em Buenos Aires, para acertar a visita de Dilma Rousseff à Argentina.

"É um momento de grande potencial para os dois países. É uma grande oportunidade histórica que estamos comprometidos a aproveitar", disse Patriota em entrevista coletiva, ao lado de seu colega argentino, Héctor Timerman.

A visita de Dilma, a primeira da presidenta brasileira ao exterior, está prevista para o dia 31 de janeiro.Patriota qualificou a relação bilateral de "exemplar" e destacou "o nível sem precedentes (...) do intercâmbio comercial entre os dois países", superior aos 30 bilhões de dólares em 2010.

Segundo Timerman, Buenos Aires e Brasília acertaram a criação de uma comissão para coordenar a forma de "sairmos juntos no mundo para vender nossos produtos com valor agregado".

Os dois chanceleres acertaram liderar reuniões de suas equipes técnicas a cada 90 dias, com a primeira rodada no Brasil."Um dos temas que interessam é que os dois países participem das compras governamentais do Brasil para os Jogos Olímpicos e o Mundial de Futebol", disse Timerman sobre as duas competições, em 2012 e 2014, respectivamente.

    Leia tudo sobre: ArgentinaBrasildiplomacia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG