Iris investe em humor para atacar Marconi

Impedido de usar ¿Coninho¿ no programa eleitoral, peemedebista ataca de personagem 'Zé Grilo'

Rodrigo Vianna, iG Goiânia |

Proibido pela Justiça de utilizar o personagem “Coninho” para satirizar Marconi Perillo (PSDB), Iris Rezende investiu em novos personagens de humor nos programas de rádio.

Agora quem aparece é o personagem “Zé Grilo”, que apenas faz barulhos com a boca fechada.

O locutor provoca: “Fala, Zé Grilo. Fala por que gastou meio milhão em propaganda e não arrumou as estradas?”

A estrutura do programa de rádio de Marconi também foi imitada. Até o apresentador da propaganda tucana, Luis Carlos Bordoni, ganhou a cópia “Abandoni”.

No rádio, o PMDB usava o personagem “Coninho” que imitava a fala de Marconi e afirmava gastar “um caminhão de dinheiro na campanha”.

O PSDB ainda utilizou tempo do programa de Iris para divulgar direito de resposta. “Se querem imitar Marconi, que o imitem na forma de administrar”, afirmou o locutor.

A coligação tucana também criticou o fato de Iris ter utilizado um imitador de Marconi para fazer humor às suas custas.

Marconi pode estar provando do próprio veneno.

Em 1998, o tucano foi eleito, em parte, graças ao personagem “Nerso da Capitinga” que criticava o “dinossauro”, alusão direta à idade de Iris Rezende na época: 65 anos.

Nerso fez tanto sucesso que apareceu eventualmente nas campanhas eleitorais de 2002 e 2006 ao governo do Estado.


    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG