Investigação inusitada leva a jovens sequestradas na China

Pequim, 19 mai (EFE).- Duas jovens, de 16 e 19 anos, que foram sequestradas há um ano foram encontradas nuas e acorrentadas no porão de uma casa na cidade de Wuhan, centro da China, após investigação que começou de forma surpreendente, informou o jornal "Xin Beijing".

EFE |

Pequim, 19 mai (EFE).- Duas jovens, de 16 e 19 anos, que foram sequestradas há um ano foram encontradas nuas e acorrentadas no porão de uma casa na cidade de Wuhan, centro da China, após investigação que começou de forma surpreendente, informou o jornal "Xin Beijing". O caso foi resolvido depois que, na última semana, uma pessoa levou uma televisão para uma empresa de assistência técnica, e o funcionário responsável pelo conserto encontrou um bilhete com um pedido socorro no interior do aparelho. Na mensagem, uma das jovens dizia que estava presa há ano em um porão, descrevia detalhadamente o endereço do lugar, o nome do sequestrador e o telefone de seu pai para que a pessoa que encontrasse o pedido entrasse em contato com ele. Segundo a imprensa, o funcionário não levou o bilhete a sério, mas entregou o papel a um amigo, que decidiu entrar em contato pelo telefone indicado, e o pai da vítima confirmou que ela estava de fato desaparecida há um ano. As autoridades, então, começaram as investigações, e chegaram ao local descrito pela moça, que estava a apenas 200 metros de sua própria casa. Após alguns dias de investigação, a Polícia encontrou as duas jovens no porão da casa, totalmente desnutridas. A imprensa destaca que o seqüestrador, Zeng Xiangbao, de 39 anos, estava detido há cerca de uma semana, acusado de estupro, e por isso as jovens tinham ficado todo esse tempo sem qualquer assistência. Zeng, divorciado, é descrito pela imprensa como um homem muito calado e com pouco contato com vizinhos. As adolescentes estão recebendo tratamento em um hospital e ainda se sabe quando poderão voltar para casa. EFE mmp/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG