Indicado por Marconi, Kennedy Trindade vai para o TCE

Aliado do governador eleito foi aprovado em votação única durante sessão extraordinária da Assembleia Legislativa de GO

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

Na primeira sessão ordinária da Assembleia Legislativa após a eleição de Marconi Perillo (PSDB), o aliado de primeira hora do tucano, Kennedy Trindade, foi indicado para a vaga no Tribunal de Contas do Estado (TCE) pelo também tucano deputado Jardel Sebba.

Horas depois, o nome de Trindade seria confirmado em votação única em sessão extraordinária pelos 37 deputados presentes.

Kennedy é formado em Engenharia Civil e foi deputado estadual entre 1999 e 2006. A partir daquele ano, assumiu a diretoria-geral da Assembleia Legislativa.

A escolha de Kennedy é vitória de Marconi Perillo, já que até então os nomes mais cotados para assumir a vaga eram do PP de Alcides Rodrigues.

O ex-secretário de Infra-Estrutura, Sérgio Caiado, o candidato a vice de Vanderlan Cardoso (PR), Ernesto Roller (PP) e até o próprio governador eram cotados para o cargo.

A chance dos pepistas diminuiu drasticamente após as derrotas de Vanderlan e de Iris nas urnas. Marconi também se vê livre de ter no TCE um membro que afirmou que ele deixou déficit de cerca de R$ 100 milhões mensais.

Kennedy Trindade já foi diretor do Departamento de Estradas e Rodagem de Goiás (Dergo) e presidente do Consórcio Rodoviário Intermunicipal (Crisa).

O novo conselheiro do TCE também já foi multado pela Justiça Eleitoral em R$ 482 mil por ter feito uma doação de R$ 150 mil para a campanha do ex-prefeito de Cristalina, Dirceu Araújo, para deputado estadual.

À época, Kennedy se defendeu afirmando que a Receita Federal não considerou a renda líquida de sua atividade rural.

A legislação estabelece que pessoas físicas podem doar até 10% do faturamento bruto declarado no ano anterior.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG