Saiba como obter permissão para entrar legalmente nos EUA

Veja qual é o processo necessário para obter o visto de entrada para os Estados Unidos

iG São Paulo |

Para qualquer cidadão brasileiro entrar nos Estados Unidos, seja para turismo ou trabalho, é necessário obter um visto de entrada. Após os atentados de 11 de Setembro, os processos de entrada nos EUA ficaram mais restritos. Agora, até quem vai fazer apenas uma escala em algum aeroporto americano para seguir para outro destino deve possuir o visto.

Os cidadãos brasileiros que têm dupla nacionalidade de algum país participante do Programa de Isenção de Visto não precisam do visto de entrada para viagens de turismo ou negócios. Dentre os países que se enquadram no Programa de Isenção de Visto estão Portugal, Itália, Espanha e Japão ( veja a lista completa ).

Os tipos de visto

Existem quatro tipos diferentes de visto para os Estados Unidos. O mais comum é o visto de turismo ou negócios (B1/B2), que é destinado para as pessoas que vão ficar pouco tempo no país. Esse tipo de visto também é usado para pessoas que fazem tratamento médico nos EUA, mas não é válido para permanências longas.

Se o cidadão brasileiro quiser seguir carreira acadêmica nos Estados Unidos, ele deve obter um visto de estudante . Para cursos ou estudos universitários, o visto necessário é o de categoria "F/M". Para os estudantes que vão fazer o Ensino Médio (High School) no país, o visto concedido é o "F-1". Aqueles que vão fazer intercâmbio cultural devem solicitar o visto de categoria "J".

O visto de estudante só é concedido se o cidadão brasileiro já tiver sido aprovado em algum curso ou programa educacional nos EUA. A instituição quer irá receber o aluno deve providenciar a documentação necessária para a aprovação do visto na embaixada dos EUA no Brasil.

Quem pretende trabalhar nos Estados Unidos precisa obter um visto de trabalho específico, que varia de acordo com a atividade que será exercida no país. A maioria das categorias de trabalhadores temporários exige que o empregador do trabalhador aqui no Brasil faça um pedido que deve ser aprovado pelo Serviço de Imigração e Cidadania doa EUA (USCIS). Veja os documentos necessários para cada tipo de visto.

Solicitação de visto

Todo cidadão brasileiro que quiser solicitar um visto de entrada para os Estados Unidos deve agendar uma entrevista por meio do Serviço de Informação de Vistos da embaixada americana no Brasil.

A entrevista deve ser agendada pelo site http://www.visto-eua.com.br/ mediante pagamento de uma taxa de R$ 38, que permite a inclusão de até cinco pessoas da mesma família na entrevista. Apenas cidadãos que solicitam visto diplomático ou oficial, funcionários do governo federal e funcionários de organismos internacionais em missão oficial não precisam marcar horário nem comparecer pessoalmente para a entrevista.

Com a entrevista agendada, é necessário preencher o formulário DS-160 no site https://ceac.state.gov/genniv/ e pagar uma taxa de US$ 131 para cada pedido de visto em qualquer agência do Citibank. É necessário apresentar o comprovante de pagamento da taxa para poder entrar fazer a entrevista no consulado ( saiba mais aqui ).

Com o formulário DS-160 preenchido e impresso, basta ir ao consulado americano na data marcada para a entrevista munido de todas as documentações requeridas. É recomendável também levar comprovante de residência, de escolaridade e de trabalho fixo, assim como declaração do último Imposto de Renda, para comprovar vínculos com o Brasil na hora de pedir o visto de turismo ou trabalho.

Segundo informação da Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, 472.950 brasileiros solicitam vistos para ingresso naquele país em 2009. A embaixada não informa o índice porcentual de vistos concedidos.

São Paulo foi o Estado com maior número de vistos solicitados no ano passado: 267.406, seguido de Rio de Janeiro (109.245), Brasília (60.142) e Recife com 36.157 pedidos.

O "Green Card"

Se o cidadão brasileiro pretende morar permanentemente nos EUA de forma legal, ele deve obter o visto de imigrante permanente, o "Green Card".

O "Green Card" ("Cartão Verde", em tradução literal) é uma autorização de residência permanente nos Estados Unidos. Com o "Green Card", a pessoa pode viver e trabalhar (e pagar impostos) legalmente no país.

É possível obter o "Green Card" de várias maneiras diferentes. Normalmente, para ser apto a receber um visto de imigrante permanente, o cidadão brasileiro deve ser patrocinado por parente que seja cidadão americano (pai, mãe, marido, mulher) ou por uma empresa norte-americana. Pessoas que pediram asilo político ou refugiados de conflitos também podem requerer o visto de imigração permanente.

Além disso, o governo americano concede anualmente, por meio de sorteio, um número limitado de vistos de imigração para cidadãos de países com baixa representação étnica nos EUA. Esse tipo de visto não requer um patrocinador nos Estados Unidos. Nos últimos dois anos, o Brasil não foi contemplado nos sorteios.

Ao contrário dos outros tipos de visto para não-imigrantes, o "Green Card" é permanente e não é atrelado a trabalho ou estudos. O portador do "Green Card" pode sair e entrar nos EUA livremente, pode trabalhar legalmente e é obrigado a pagar impostos como qualquer outro cidadão. O documento, no entanto, não autoriza o portador a votar em eleições, se eleger a cargos políticos ou pleitear emprego no governo federal.

    Leia tudo sobre: Estados UnidosImigraçãoArizonaMéxico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG