População de origem hispânica chega a 50 milhões nos EUA

Segundo Censo 2010, latinos representam mais da metade do crescimento populacional dos EUA em 10 anos e são 1 em cada 6 americanos

iG São Paulo |

Os dados do Censo 2010 divulgados nesta quinta-feira nos EUA mostram que a população de origem hispânica chegou a 50 milhões pela primeira vez no país, representando 1 em cada 6 americanos. De acordo com os dados, anunciados pela Agência do Censo dos EUA, os hispânicos correspondem a mais de metade do crescimento populacional dos EUA na última década.

Antes da divulgação oficial, analistas afirmavam que os dados deveriam mostrar um crescimento maior do que o esperado para a população hispânica, que até então estava em torno de 47 milhões de habitantes.

"Acho que é provável que chegue a 50 milhões e represente a maior parcela do crescimento populacional no país na última década", disse D'Vera Cohn, uma analista sênior da consultoria Pew Research Center, que havia analisado números de 48 dos 50 Estados americanos.

"Essa é uma população jovem, cujo crescimento é resultado cada vez mais de nascimentos e não de imigração. É uma população que está se expandindo em praticamente todos os distritos do país, e crescendo especialmente com força em Estados onde os latinos não estavam presentes em uma década atrás ou mais", disse.

Uma cifra preliminar dos 48 Estados que mandaram seus números até o momento mostrou que 56% do crescimento da população como um todo na década passada decorre da imigração de hispânicos e dos nascimentos nesse grupo, afirmou Cohn.

O rápido crescimento entre a população hispânica também está mantendo a população estável em Estados que, de outro modo, teriam tido um declínio no número de habitantes em relação a 2000, incluindo Massachusetts e New Jersey.

*Com Reuters e AP

    Leia tudo sobre: euaimigraçãoimigração nos EUAhispânicoslatinos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG