Imigrantes comemoram em frente à Casa Branca após bloqueio parcial de lei

Manifestantes pediram a Obama que não atrase mais o debate sobre a reforma migratória

EFE |

Washington - Centenas de imigrantes comemoraram em frente à Casa Branca o bloqueio parcial da lei do Arizona nesta quarta-feira, e pediram ao presidente Barack Obama que não atrase mais o debate sobre a reforma migratória. Os imigrantes celebraram a "pequena batalha" vencida contra a lei de imigração, coincidindo com uma manifestação na qual centenas de crianças de todo o país, filhos de imigrantes, pediram a Obama que deixe de deportar seus pais.

Daisy Perla, uma imigrante salvadorenha que vive nos Estados Unidos há 20 anos, disse que se sente indignada com o que está acontecendo. "Não somos criminosos, somos pessoas trabalhadoras que temos famílias. É uma situação muito degradante. É uma lei triste, ainda mais neste país, que sempre fala sobre direitos, família. Mas estão falando das famílias deles, não de todas as famílias", afirmou, em declarações à agência Efe.

"Seria bom se tivessem tirado a lei por completo, pois somos pessoas trabalhadoras, que querem dar boas oportunidades às nossas famílias", lamentou. Em sentença ditada nesta quarta-feira em Phoenix, a juíza federal Susan Bolton ordenou o bloqueio de três pontos fundamentais da lei, incluindo a obrigação dos policiais de comprovar o status migratório de uma pessoa que tenha sido detida por outras razões.

Também fica suspenso a aplicação de outra seção que obriga os imigrantes a carregarem sempre consigo a documentação que demonstre que estão no país de maneira legal. Esta suspensa ainda a seção que transformava em delito o fato de os imigrantes ilegais pedirem emprego em locais públicos.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG