Tamanho do texto

Diretor do DER-DF alertou motoristas sobre o fato de principais vias de ligação da capital federal serem rodovias

Nova legislação sobre uso de farol baixo em rodovias durante o dia afetará trânsito de Brasília
Oswaldo Corneti/ Fotos Públicas
Nova legislação sobre uso de farol baixo em rodovias durante o dia afetará trânsito de Brasília

Entrou em vigor nesta sexta-feira (8) a lei que obriga o uso do farol baixo em rodovias durante o dia . O motorista flagrado com as luzes apagadas cometerá infração média, poderá ser autuado e receber quatro pontos na carteira de habilitação, além de multa de R$ 85,13.

Os motoristas de Brasília devem ficar ainda mais atentos à nova medida porque muitas vias que ligam o centro da cidade a regiões administrativas são rodovia - como a Estrada Parque Taguatinga (EPTG), a Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB), a Via Estrutural e a Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA).

Há ainda outras rodovias dentro do Plano Piloto, como o Eixão Sul e Norte e a L4 Sul e Norte, a Estrada Parque Indústrias Gráficas (EPIG) e a Estrada Parque Península Norte (EPPN), no Lago Norte.

Para não correr o risco de esquecer de ligar o farol nessas pistas, o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), Henrique Luduvice, orienta que os condutores mantenham o farol baixo sempre ligado. “Em Brasília, devido a suas peculiaridades, estamos incentivando o uso de farol baixo aceso durante todo o dia, a exemplo do que já fazem as motos e os ônibus”, disse.

Na página do DER-DF  há um mapa rodoviário indicando as rodovias federais, distritais e vicinais do Distrito Federal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.