Cinco dicas que você precisa saber sobre o rodízio em São Paulo

Rodízio dá multa, é suspenso no fim do ano e não funciona na cidade toda: o iG responde as principais dúvidas sobre o tema
Foto: LUIZ GUARNIERI/BRAZIL PHOTO PRESS/AE
Rodízio em São Paulo funciona de segunda a sexta-feira no centro expandido da capital

Motoristas que moram em São Paulo ou visitam a capital paulista precisam ficar de olho no rodízio de veículos. Todos os dias, algum grupo de veículos é impedido de circular pelo centro expandido do município para diminuir o trânsito e a poluição na cidade. Mas muitos desavisados acabam não se ligando no rodízio e pagam caro por isso – literalmente. Veja na lista abaixo cinco informações que todo motorista precisa saber sobre o rodízio em São Paulo.

1 – O que é o rodízio?
O rodízio é uma operação feita pela CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) no centro expandido de São Paulo. De acordo com o final de placa e dia da semana, os veículos não poderão circular em ruas e avenidas da região das 7h às 10h e das 17h às 20h.

2 – Como funciona o rodízio?
Nos horários de pico, os automóveis não podem circular na área que compreende as vias dentro de um anel viário criado pela CET. Essa região é delimitada principalmente pelas marginais e começa na Ponte do Tatuapé, na Marginal Tietê, e vai até a Ponte Engenheiro Ari Torres, na região da Avenida dos Bandeirantes. A proibição de veículos é feita através do último número da placa. Os carros com placa com final 1 e 2 não podem circular por essa região (veja no mapa abaixo) às segundas-feiras, enquanto os finais 3 e 4 estão proibidos de transitar às terças. Motoristas cuja placa do automóvel termine em 5 e 6 não podem dirigir às quartas; finais 7 e 8 estão proibidos às quintas e, às sextas-feiras, finais 9 e 0.

3 – Todos os automóveis participam do rodízio?
Sim, todos os carros e caminhões que circulam por São Paulo estão sujeitos ao rodízio, inclusive aqueles com placas de outros municípios. As motocicletas não participam do rodízio.

4 – Furar o rodízio dá multa?
Sim, o motorista que for pego circulando pelo centro expandido com um veículo que estaria impedido pelo rodízio pode ser multado. A infração é de nível médio e dá quatro pontos na CNH, além de uma multa de R$ 85,13.

5 – O rodízio funciona todos os dias?
Não, o rodízio em São Paulo só funciona de segunda a sexta-feira. O esquema também é suspenso durante as festas de fim de ano, normalmente entre as duas últimas semanas de um ano e as duas primeiras do ano seguinte.

Link deste artigo: http://ultimosegundo.ig.com.br/igvigilante/transito/2016-05-31/cinco-dicas-que-voce-precisa-saber-sobre-o-rodizio-em-sao-paulo.html