De acordo com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, existem 200 mil unidades para serem distribuídas entre os beneficiários

Dentre 8,4 mil casos de microcefalia notificados ao governo, 1,6 mil foram causados por infecção
Reprodução
Dentre 8,4 mil casos de microcefalia notificados ao governo, 1,6 mil foram causados por infecção

O governo anunciou, nesta quinta-feira (14), que vai dar preferência para famílias com pessoas com microcefalia na obtenção de uma unidade habitacional do programa Minha Casa Minha Vida. A decisão foi tomada durante reunião entre os ministérios da Casa Civil, das Cidades, Esporte, Cultura, Educação, Desenvolvimento Social e Agrário e Saúde.

Leia mais: Surto do zika vírus deve acabar sozinho até 2019, diz cientistas

O presidente em exercício Michel Temer, rebateu as criticas da presidente afastada Dilma Rousseff de que seu governo iria extinguir os programas sociais afirmando que irá aprimorá-los. Ele afirmou também que é necessário destacar as mães que possam ter filhos com microcefalia .

O anúncio foi feito para que as famílias possam já procurar as prefeituras para realizarem o cadastro no programa social. De acordo com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, existem 200 mil unidades para serem entregues aos beneficiários.

As famílias não participaram do sorteio das casas, quem se cadastrar tem o direito de receber a unidade sem passar por esta etapa. As residências que sobrarem é serão sorteadas para as outras pessoas cadastradas.

Casos confirmados

De acordo com o último balanço do Ministério da Saúde, mais de 8,4 mil casos de microcefalia foram notificados à pasta desde o início do surto de zika vírus . Destes, 1.687 foram causados por infecção congênita, além de 102 óbitos.

Todos os Estados brasileiros possuem, pelo menos, um caso da doença confirmado. As famílias de baixa renda dos 592 municípios com o problema têm direito ao recebimento de um salário mínimo .

“A grande maioria é de mães usufrutuárias do Bolsa Família, ou seja, pessoas ainda pobres. É um plano não só para o presente, mas também para o futuro”, afirmou Temer.

*Com informações da Agência Brasil e Estadão Conteúdo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.