Apreensões foram realizadas nos últimos cinco meses; segundo o órgão, os automóveis receberam cerca de 13 mil autuações por irregularidades

Segundo o Detran-SP, os veículos somam aproximadamente 13 mil multas por infrações de trânsito
Divulgação/Detran-SP
Segundo o Detran-SP, os veículos somam aproximadamente 13 mil multas por infrações de trânsito

O Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de São Paulo  apreendeu nos últimos cinco meses oito veículos com multas cujos valores, somados, ultrapassam R$ 86 milhões. Todos esses automóveis receberam cerca de 13 mil autuações e estavam com taxas e impostos atrasados. Todos foram apreendidos por falta de licenciamento anual.

Leia também: Motoristas são vítimas do golpe da multa falsa; veja como se proteger

De acordo com o Detran, boa parte das multas foi aplicada porque a pessoa jurídica responsável pelo veículo não indicou o condutor que cometeu as infrações de trânsito . Neste caso, se a empresa não indicar o condutor que dirigia no momento da autuação, o valor da multa será multiplicado pelo número de vezes que aquela mesma infração se repetiu nos últimos 12 meses.

Ou seja, se o automóvel foi autuado por avanço de sinal vermelho dez vezes no último ano, será aplicada uma multa por não indicação de condutor no valor de R$ 2.934,70 – o valor original é R$ 293,47 – multiplicado por dez.

O caso mais recente de apreensão foi de uma Mercedes Benz Sprinter registrada em São Paulo e pertencente a uma empresa. No total, o carro tem R$ 4.148.375,95 de dívidas relativas a infrações. São 921 multas municipais, a maioria por desrespeito ao período de rodízio de veículos.

Leia também: Multas estão mais caras desde novembro do ano passado

A apreensão ocorreu durante fiscalização na Rua General Jardim, no centro de São Paulo na última sexta-feira (17). O veículo foi parado por falta de licenciamento e encaminhado para o pátio Sacomã e deverá ser relacionado para leilão. O valor arrecadado será descontado do total de débitos, ficando o restante da dívida em nome do proprietário.

Veículo com mais multas

O carro recordista em débitos é um Fiat Ducato, ano 1997 e modelo 1998, registrado em Osasco (SP). O veículo soma dívidas de R$ 24.738.093,41 e 1.965 multas municipais, a maioria referente a desrespeito ao rodízio e por deixar de transitar à direita, como determina a legislação para veículos de carga.

Leia também: Detran de São Paulo começa a usar câmeras e sensores na prova prática

A apreensão ocorreu durante fiscalização feita pelo Departamento Estadual de Trânsito na Avenida General Edgar Facó, na zona norte de São Paulo, em 17 de fevereiro deste ano.


* Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.