Com 157 casos confirmados, país tem 14 grávidas infectadas; segundo pesquisador, número de notificações deve aumentar

Estadão Conteúdo

Diretor de agência norte-americana acredita que milhares de grávidas serão infectadas com zika
iStock
Diretor de agência norte-americana acredita que milhares de grávidas serão infectadas com zika

O diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos EUA, Tom Frieden, alertou nesta terça-feira (8) que Porto Rico está enfrentando um surto do zika vírus. No momento, o país possui 157 casos confirmados de zika. Seis pessoas foram hospitalizadas e 14 mulheres grávidas estão infectadas.

Frieden disse que a ilha precisa de novos inseticidas que sejam mais eficientes e capazes de matar o mosquito Aedes aegypti , que também transmite a dengue e a febre chikungunya. O pesquisador disse que autoridades do CDC estão ajudando a testar nove tipos diferentes de inseticidas com esta finalidade.

O diretor do CDC pediu também para que Porto Rico crie um programa robusto e de longo prazo de supervisão e controle do mosquito. Segundo Frieden, milhares de mulheres grávidas provavelmente serão infectadas, dada a densidade populacional da ilha e o costume de ter janelas sem telas.

Veja também: Está grávida? 10 cuidados para se proteger do zika vírus


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.