Secretaria Municipal de Saúde disse que diagnóstico não foi fechado e não dá para confirmar se Sueli Maria tinha síndrome

O Dia

Jovem com suspeita de Guillain-Barré morreu no Hospital Salgado Filho, no Méier
Carolina Moura / Agência O Dia
Jovem com suspeita de Guillain-Barré morreu no Hospital Salgado Filho, no Méier

A Secretaria Municipal de Saúde informou, nesta sexta-feira (26), que a morte de uma jovem com suspeita de Síndrome de Guillain-Barré, doença que pode estar associada ao zika vírus, está sendo investigada. Sueli Maria da Silva, de 22 anos, deu entrada no Hospital Salgado Filho, no Méier (RJ), na quarta-feira (24), e morreu horas depois, já na quinta-feira (25). 

A secretaria não confirmou que a jovem tinha a síndrome, já que o diagnóstico que pode identificar qualquer ligação com a doença ainda não foi fechado. Apesar de a informação de que a vítima teria morrido horas depois de chegar ao hospital, uma funcionária que não quis se identificar disse que Sueli chegou na unidade há cerca de uma semana já com a suspeita de Guillain-Barré. Segundo ela, a mãe fazia pouco caso da situação da filha. Na manhã desta sexta, a avó da jovem esteve no hospital para liberar o corpo da neta.

A Síndrome de Guillain-Barré é uma doença neurológica que provoca reação a agentes infecciosos, como vírus e bactérias, e tem como sintoma a fraqueza e a paralisia dos músculos, podendo provocar a incapacidade total dos braços e pernas. Quando a doença ocorre nos músculos respiratórios, devido a dificuldade para respirar, a síndrome pode levar à morte, se não forem adotadas medidas de suporte respiratório.

Fonte:  O Dia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.