África do Sul registra primeiro caso de zika

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Vírus foi detectado em homem da Colômbia que visitava a cidade de Joanesburgo; paciente já segue em recuperação

Zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya.
iStock
Zika é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya.

As autoridades de saúde da África do Sul confirmaram neste sábado (20) o primeiro caso de zika vírus no país. O vírus foi detectado em um homem da Colômbia que, segundo o ministro da Saúde da África do Sul, Aaron Motsoaledi, estava em Joanesburgo para visita.

"O empresário teve febre e manchas vermelhas pelo corpo, sintomas cda doença, aproximadamente quatro dias após chegar no nosso país, mas já está em recuperação", declarou o ministro."

No início do mês, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou situação de emergência na saúde pública internacional por causa da associação do zika vírus aos casos de microcefalia, malformação na qual os bebês nascem com o perímetro cefálico medindo 32 cm ou menos.

Além disso, o vírus também está relacionado ao aumento das ocorrências da Síndrome de Guillain-Barré, condição neurológica que provoca fraqueza muscular e pode gerar paralisia em alguns membros do corpo, podendo levar o paciente à morte.

O zika vírus é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e também da febre chikungunya.

Veja também: Está grávida? Confira 10 cuidados para se proteger contra o zika 

A melhor forma de combater o zika vírus é eliminar o mosquito transmissor da doença: o Aedes aegypti. Ou seja, é preciso acabar com todos os possíveis criadouros do Aedes.. Foto: iStockAs grávidas, mesmo no verão, devem usar roupas compridas, para que o mosquito Aedes aegypti não entre em contato com a pele. Foto: BBC (arquivo)É preciso também evitar se expor a grandes áreas, principalmente lugares com jardins e mato, onde o mosquito pode se proliferar mais.. Foto: DivulgaçãoOutra forma eficaz de se prevenir contra o Aedes aegypti é passando o repelente. Aqueles que têm Icaridina e DEET são os mais eficientes.. Foto: iStockAlém disso, fique esperta com o tempo de duração do repelente. É preciso reaplicar algumas vezes ao dia para não ficar desprotegida. Foto: iStockO mosquito costuma picar mais no início da manhã e no fim da tarde, então o ideal é ficar dentro de casa nesses períodos do dia.. Foto: Divulgação/CCBMPrefira roupas claras. O Aedes aegypti tem fotofobia, ou seja, aversão à luz, então as roupas claras são as mais indicadas para quem quer evitar a picada do mosquito.. Foto: Getty ImagesTambém é importante, com a ajuda de uma esponja, limpar os potinhos de água de seus bichos de estimação duas vezes por semana. O Aedes aegypti pode depositar ovos nas suas laterais. . Foto: iStockInstale telas de proteção e mosquiteiros na sua casa, para evitar picadas do Aedes aegypti. Foto: iStockFuja de perfumes fortes: odores mais concentrados atraem o mosquito . Foto: Divulgação


Leia tudo sobre: igvigilantezika vírusáfrica do sul

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas