Companhia aérea italiana reembolsa grávidas com voo marcado para países com zika

Por Ansa |

compartilhe

Tamanho do texto

Para isso, será preciso mulher precisa apresentar um atestado médico que alerta sobre o risco de infecção por zika vírus

Pedidos deverão ser feitos até 29 de fevereiro por meio dos canais de atendimento da Alitalia
Divulgação
Pedidos deverão ser feitos até 29 de fevereiro por meio dos canais de atendimento da Alitalia

A companhia aérea Alitalia anunciou nesta quinta-feira (4) que reembolsará totalmente as passageiras grávidas que desistirem de viajar a países afetados pelo surto do zika vírus, que tem sido relacionado ao aumento dos casos de microcefalia no Brasil.

O benefício será oferecido apenas a grávidas e a seus acompanhantes. Os clientes poderão solicitar o reembolso total ou a remarcação de voos sem nenhum custo. Para isso, será preciso apresentar um atestado médico que alerta sobre o risco de infecção do zika. "Os clientes com bilhetes emitidos a partir de 1º de fevereiro de 2016 deverão fornecer à companhia Alitalia um certificado médico que conste especificamente o risco de infecção do zika", explicou a empresa italiana.

Os pedidos de reembolso ou de remarcação deverão ser feitos até 29 de fevereiro por meio dos canais de atendimento da Alitalia.

Nesta semana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou estado de emergência internacional de saúde pública por conta da disseminação do zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

O vírus estaria causando microcefalia fetal (malformação cerebral em fetos), ocasionando um surto no Brasil. Além do País, outras 22 nações e territórios na América já registram casos da doença ou de transmissão do zika, até sexualmente.

Veja também: 10 cuidados que você precisa ter para evitar o zika vírus

A melhor forma de combater o zika vírus é eliminar o mosquito transmissor da doença: o Aedes aegypti. Ou seja, é preciso acabar com todos os possíveis criadouros do Aedes.. Foto: iStockAs grávidas, mesmo no verão, devem usar roupas compridas, para que o mosquito Aedes aegypti não entre em contato com a pele. Foto: BBC (arquivo)É preciso também evitar se expor a grandes áreas, principalmente lugares com jardins e mato, onde o mosquito pode se proliferar mais.. Foto: DivulgaçãoOutra forma eficaz de se prevenir contra o Aedes aegypti é passando o repelente. Aqueles que têm Icaridina e DEET são os mais eficientes.. Foto: iStockAlém disso, fique esperta com o tempo de duração do repelente. É preciso reaplicar algumas vezes ao dia para não ficar desprotegida. Foto: iStockO mosquito costuma picar mais no início da manhã e no fim da tarde, então o ideal é ficar dentro de casa nesses períodos do dia.. Foto: Divulgação/CCBMPrefira roupas claras. O Aedes aegypti tem fotofobia, ou seja, aversão à luz, então as roupas claras são as mais indicadas para quem quer evitar a picada do mosquito.. Foto: Getty ImagesTambém é importante, com a ajuda de uma esponja, limpar os potinhos de água de seus bichos de estimação duas vezes por semana. O Aedes aegypti pode depositar ovos nas suas laterais. . Foto: iStockInstale telas de proteção e mosquiteiros na sua casa, para evitar picadas do Aedes aegypti. Foto: iStockFuja de perfumes fortes: odores mais concentrados atraem o mosquito . Foto: Divulgação


Leia tudo sobre: igvigilanteaedes aegyptizika vírusaviãocompanhia aérea

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas