Ida de Dilma ao MT agita palanques locais

Silval Barbosa e Mauro Mendes disputam preferência de presidenciável petista

Kelly Martins, iG Cuiabá |

Aumenta a tensão entre os candidatos ao governo de Mato Grosso (MT) Silval Barbosa (PMDB) e Mauro Mendes (PSB).

Eles disputam a preferência de apoio da candidata do PT à Presidência da República, Dilma Roussef (PT). 

A previsão de que a presidenciável virá ao MT nos próximos dias, acirrou mais os ânimos entre os governadoriáveis aliados.

A principal dúvida é como ficará a composição dos palanques no Estado.

Em pelo menos dois deles a presença de Dilma estaria garantida.

O do governador que concorre reeleição Silval Barbosa, cuja coligação conta com o apoio do PT, PR e PP.

E outro, formado por PDT e PSB – que apóiam o socialista Mauro Mendes, partidos – e também compõem a base de Dilma no Estado.

Em seu arco de alianças, Mendes possui partidos que, nacionalmente, fazem oposição a Dilma.

É o caso do PPS, que defende José Serra (PSDB), e o PV, que lançou Marina Silva à sucessão presidencial.

O presidente regional do PSB, deputado federal Valtenir Pereira, disse ser contrário ao palanque suprapartidário - que abrigaria todos os partidos e coligações que apóiam Dilma. “Ela (Dilma) já garantiu que estará em todos os palanques, onde for da base de apoio", afirmou.

Embora admita a impossibilidade de palanque único”, Silval Barbosa garante que “Dilma pedirá voto à sua reeleição no Estado”.

    Leia tudo sobre: Eleições MTEleições Dilma

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG