Horas depois de reeleito, Silval encontra Dilma

Viagem inesperada do governador serviu para acertar apoio do Estado à campanha da petista no 2º turno

Kelly Martins, iG Cuiabá |

Poucas horas após sua reeleição, o governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), embarcou para Brasília e se reúne, ainda hoje, com a candidata do PT à presidência, Dilma Roussef.

Como a petista não conseguiu ser eleita no primeiro turno, a base de apoio ao governo Lula foi convocada para dar suporte à nova disputa contra o presidenciável José Serra (PSDB).

O objetivo é montar uma verdadeira "força-tarefa" com os partidos da base aliada de todos os Estados.

O peemedebista garantiu que fará campanha para Dilma em Mato Grosso juntamente com o ex-governador Blairo Maggi (PR), eleito para senador com mais de um milhão de votos válidos, e que também está na capital federal.

Silval assegurou que se empenhará pela eleição em 2º turno de Dilma, lembrando que é através da unidade com o governo Federal que o Estado vai viabilizar os grandes projetos sociais e de infraestrutura.

O governador elencou as obras de infra-estrutura, o PAC 2, Cuiabá como uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, além da consolidação do processo de industrialização do Estado.

Na disputa pela presidência da República, Dilma perdeu para Serra em Mato Grosso.

O tucano obteve 44,16% dos votos, o que aproximadamente lhe garantiu a preferência de 655 mil eleitores dos pouco mais de um milhão de mato-grossenses que compareceram nas urnas para votar.

Dilma ficou em segundo lugar com 42,93%, uma média de 636 mil votos.

    Leia tudo sobre: Eleições MTEleições Silval

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG