"Homem-Aranha" é detido por escalar prédio de 57 andares em Sydney

Homem de 48 anos foi detido, após chegar ao alto do edifício Lumiere

EFE |

O escalador francês Alain Robert, mais conhecido como "Homem-Aranha", foi detido hoje pela Polícia australiana em Sydney no alto de um arranha-céu de 57 andares que escalou sem ajuda de cordas nem polias.

Robert, de 48 anos, demorou 20 minutos para chegar ao alto do edifício Lumiere perante o olhar de várias dezenas de pessoas que tinham se reunido na rua.

"Pena que o tenham detido, mas com sorte sairá em breve e poderemos comemorar com champanhe", afirmou o agente do "Homem-Aranha", Max Markson.

Robert, cujas escaladas urbanas terminam quase sempre em detenções e processos na justiça, foi multado em 750 dólares australianos (cerca de US$ 676) por subir os 41 andares do Banco da Escócia em Sydney.

AP
Segundo seu site, o "Homem-Aranha" francês escalou mais de 70 edifícios
Segundo seu site, o "Homem-Aranha" francês escalou mais de 70 edifícios e monumentos apesar de sofrer uma invalidez de 66% e sofrer de vertigem crônica.

Entre suas façanhas se incluem, o Empire State de Nova York, o arranha-céu chinês Taipé 101, a Torre Eiffel em Paris, a torre Agbar em Barcelona e o Parque Central em Caracas.

    Leia tudo sobre: homem aranhaandaresSidney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG