rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Eles se reuniram na manhã desta quinta-feira para avaliar a situação e decidiram não prorrogar a suspensão das aulas, com base na tendência de estabilização de registros de casos na capital paranaense nos últimos dias." / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Eles se reuniram na manhã desta quinta-feira para avaliar a situação e decidiram não prorrogar a suspensão das aulas, com base na tendência de estabilização de registros de casos na capital paranaense nos últimos dias." /

Volta às aulas na rede municipal de Curitiba está mantida para segunda-feira

CURITIBA - Os 140 mil alunos da rede municipal de Curitiba retornam às aulas na próxima segunda-feira, como estava previsto, conforme decisão do comitê criado para definir medidas contra a gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Eles se reuniram na manhã desta quinta-feira para avaliar a situação e decidiram não prorrogar a suspensão das aulas, com base na tendência de estabilização de registros de casos na capital paranaense nos últimos dias.

Agência Brasil |

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, para tomar a decisão, o comitê considerou que as medidas de controle adotadas, entre elas o adiamento do retorno às aulas, inicialmente previsto para o dia 3 de agosto, foram eficazes para reduzir a transmissão do vírus e minimizar o impacto da doença na população.

Também foi considerada a necessidade de diminuir os prejuízos sociais e educacionais provocados pelo adiamento das atividades escolares e das creches.

Para tranquilizar os pais, a Secretaria de Educação informou que professores e funcionários de toda a rede municipal de ensino estão preparados para adotar medidas de prevenção e controle da doença.

O comitê recomendou que as gestantes que trabalham nas escolas e creches da rede municipal só retornem às atividades duas semanas após o reinício das aulas. A orientação se baseia em estudos científicos que afirmam que as grávidas fazem parte do principal grupo de risco de complicações causadas pela gripe.

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG