A Universidade de Brasília (UnB) resolveu adiar para 17 de agosto o começo do 2º semestre letivo de 2009. A decisão foi tomada pelo reitor José Geraldo de Sousa Júnior após consultar o grupo de trabalho que monitora a situação da gripe A (H1N1) no Distrito Federal.

O vice-reitor da universidade, João Batista, disse que os professores serão preparados para identificar possíveis casos da doença e orientar os alunos quando voltarem do recesso. "São eles que farão a acolhida aos alunos. Seria temerário começarmos o semestre sem a capacitação de nossos professores", afirmou.

Para orientar a comunidade acadêmica, a universidade colocará equipes em ronda pelos quatro campi, promovendo oficinas de informações sobre atendimento médico, transmissão e sintomas da nova gripe. Também estão sendo distribuídos 1.300 cartazes e 50 mil panfletos informativos em todos os campi. A Prefeitura está realizando uma vistoria para verificar se há sabonete líquido em todos os banheiros, e fazendo a reposição imediata quando necessário. Vasilhames com álcool em gel ficarão disponíveis nos laboratórios de informática e em locais onde haja computadores e máquinas de uso coletivo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.