rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo a secretaria, das dez vítimas fatais, sete referem-se a pacientes com problemas de saúde anteriores. Com as atualizações desta sexta-feira, o Estado registra 42 mortes e 337 casos de Influenza A (H1N1)." / gripe suína - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo a secretaria, das dez vítimas fatais, sete referem-se a pacientes com problemas de saúde anteriores. Com as atualizações desta sexta-feira, o Estado registra 42 mortes e 337 casos de Influenza A (H1N1)." /

Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul registram novas 21 mortes por gripe suína

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina anunciou nesta sexta-feira a confirmação de novas dez mortes em decorrência da gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo a secretaria, das dez vítimas fatais, sete referem-se a pacientes com problemas de saúde anteriores. Com as atualizações desta sexta-feira, o Estado registra 42 mortes e 337 casos de Influenza A (H1N1).

Redação |


Há um mês, o Governo do Estado, baseado em orientação técnica da DIVE, recomendou o remanejamento, no local de trabalho, de todas as gestantes que exercem atividades em contato direto com o público externo.

Rio Grande do Sul

A Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou nesta sexta-feira mais quatro mortes causadas pela "gripe suína". Todas as vítimas apresentaram os primeiros sintomas da doença em julho, sendo que duas morreram no mesmo mês, uma em agosto e outra em setembro. Agora, o RS tem 109 vítimas fatais por gripe A (H1N1) confirmadas.

Paraná

A Secretaria da Saúde anunciou nesta sexta-feira novas sete mortes pela "gripe suína". O boletim epidemiológico que traz a confirmação de 6.511 casos no Estado, sendo 337 gestantes. Com as novas confirmações, o total de mortes no Estado vai a 209.

As mortes ocorreram entre os dias 14 de julho e 02 de setembro. Quanto à faixa etária, 63,2% das mortes ocorreram em pessoas que tinham entre 20 e 49 anos, e 19,6% entre 50 e 59 anos.

As regiões com maior número de casos confirmados são Curitiba e região (3.042), Cascavel (466), Cornélio Procópio (388), Francisco Beltrão (349) e Londrina (345). Já as regiões com maior número de óbitos são Curitiba e região (74), Cascavel (19), Foz do Iguaçu (17), Maringá (15) e Toledo (11).

Leia também:


Leia mais sobre:
gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suínasanta catarinasaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG