rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). O Paraná tem 21 novas vítimas. O Rio Grande do sul registra 15 novas mortes. Santa Catarina anunciou duas novas vítimas e São Paulo, 23. O País tem, ao menos, 338 vítimas." / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). O Paraná tem 21 novas vítimas. O Rio Grande do sul registra 15 novas mortes. Santa Catarina anunciou duas novas vítimas e São Paulo, 23. O País tem, ao menos, 338 vítimas." /

Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo divulgam mais 61 mortes

As secretarias de saúde do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo divulgaram nesta sexta-feira 61 novas mortes por gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). O Paraná tem 21 novas vítimas. O Rio Grande do sul registra 15 novas mortes. Santa Catarina anunciou duas novas vítimas e São Paulo, 23. O País tem, ao menos, 338 vítimas.

Redação com Agência Estado |


O boletim epidemiológico divulgado nesta sexta-feira pela Secretaria da Saúde do Paraná confirmou mais 21 mortes no Estado em decorrência da "gripe suína". O Paraná soma agora 79 vítimas.

Até quarta-feira, eram 58 mortes. Das vítimas confirmadas nesta sexta-feira, oito foram registradas na região de Curitiba, três na região de Foz do Iguaçu, três na de Cascavel e duas na de Cornélio Procópio. As regiões de União da Vitória, Apucarana, Toledo, Maringá e Paranaguá tiveram uma morte cada.

23 novas mortes em São Paulo

A Secretaria de Saúde de São Paulo divulgou a morte de mais 23 pessoas. As mortes ocorreram entre os dias 28 de julho e 13 de agosto. Até o momento, são 134 mortes pela doença no Estado de São Paulo.

A secretaria Municipal de Saúde de Campinas já havia antecipado durante a tarde desta sexta-feira a décima morte por "gripe suína" no município .

A Secretaria Municipal de Saúde de Jundiaí, no interior de São Paulo, também confirmou nesta sexta-feira uma nova morte pela "gripe suína".

A vítima é uma mulher de Várzea Paulista. Além dela, há outra moradora de Várzea Paulista, uma vítima de Cajamar e outra de Jundiaí que tiveram suas mortes decorrentes da "gripe suína" confirmadas pela Secretaria Municipal de Saúde de Jundiaí.

São José dos Campos registrou uma morte. Segundo a pasta, a vítima é uma mulher de 49 anos, que estava internada desde o dia 3 de agosto com falta de ar, febre e dor no peito. A paciente sofria de uma doença cardíaca, o que agravou o quadro de saúde. Ela faleceu na noite de ontem.

O exame que confirmou a contaminação pela gripe suína foi entregue ao hospital no dia 12, pelo Instituto Adolfo Lutz. O caso de São José dos Campos se junta a outras duas mortes anunciadas nesta sexta-feira no Estado de São Paulo - uma em Ubatuba, no litoral, e outra em São Bernardo do Campo , no Grande ABC paulista.

15 novas mortes no Rio Grande do Sul

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) no Rio Grande do Sul recebeu nesta sexta-feira a confirmação de mais 15 mortes pela "gripe suína".

Das novas vítimas, nove são mulheres e seis são homens. No grupo, há sete pessoas que não tinham doenças que poderiam agravar o estado de saúde. Entre os pacientes que tinham agravantes, havia uma gestante e uma outra mulher em situação de pós-parto.

Duas mortes em Santa Catarina

A Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina confirmou duas mortes ocorridas em Tubarão. Os dois casos estavam em investigação e elevam para oito o número de vítimas da doença em todo o Estado.

De acordo com a secretaria, as duas mulheres, residentes em Tubarão, começaram a apresentar os sintomas no dia 22 de julho, e ambas foram internadas no Hospital Nossa Senhora da Conceição.

A primeira, de 26 anos, era portadora de necessidades especiais (com deficiência mental) e morreu no dia 3 de agosto. A segunda, de 33 anos, veio a óbito na quarta-feira, 12 de agosto.

Dos 42 casos em investigação pela DIVE, em Tubarão, 11 foram confirmados e cinco descartados.

Emails falsos

O Ministério da Saúde esclareceu nesta sexta-feira por meio de nota divulgada à imprensa que não envia emails com recomendações de prevenção contra o vírus da "gripe suína". De acordo com o texto, foram detectados emails na internet em nome do Ministério da Saúde com supostos conselhos e um link "clique aqui".

Leia também:


Leia mais sobre:
gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suínaparanásaúde

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG