A secretaria estadual da Saúde do Rio de Janeiro confirmou nesta sexta-feira que mais nove pacientes morreram no Estado em decorrência da gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Os casos ocorreram entre 21 de julho e primeiro de agosto.

Das vítimas, três estavam grávidas e três eram crianças. Desde o início da epidemia da gripe A (H1N1), 28 pessoas morreram no Estado.

As três crianças, dois meninos de 4 anos e uma menina de 3, tinham outras doenças. Os meninos, moradores de Belford Roxo, na Baixada Fluminense, e São Gonçalo, sofriam de asma. A menina tinha encefalopatia (síndrome com alterações cerebrais decorrentes da má função hepática).

A secretaria não informou se as grávidas - duas moradoras do Rio, de 23 e 20 anos; e outra de Niterói, no Grande Rio, de 22 - também tinham outras doenças. As demais vítimas são um homem de 47 anos, morador do Rio, e duas mulheres, de 43 e de 30 anos, ambas de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.