rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no País." / gripe suína - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no País." /

País tem 1,9 mil leitos de UTI para casos de gripe suína

SÃO PAULO - São 68 hospitais de referência, 1.978 leitos de UTI, R$ 126 milhões liberados emergencialmente pelo governo federal, 1 milhão de tratamentos antivirais e a dúvida se os números são suficientes para fazer frente ao avanço dos casos de gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no País.

Agência Estado |

Até este sábado, 33 pessoas tinham morrido em decorrência da doença.

O Plano Brasileiro de Preparação para uma Pandemia de Influenza é a estratégia do governo para absorver o impacto dos casos de "gripe suína". Elaborado há três anos pelo Ministério da Saúde para a epidemia de gripe aviária - que não chegou a acontecer -, este pode ser o primeiro grande teste da estratégia.

Especialistas dizem que o plano para atendimento desses casos está dentro do esperado. A gripe não é uma doença grave de base, mas, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou a pandemia, houve o temor e a sobrecarga dos serviços de saúde, destaca o infectologista e diretor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP), Marcos Boulos.

Desde que a indicação de atendimento dos casos suspeitos deixou de ser restrita aos 68 hospitais de referência, o sistema passou a contar com os 368 mil leitos hospitalares das redes pública e privada do País. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Tamiflu está sendo distribuído apenas pelo governo

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG