A Secretaria de Saúde de Osasco, município da Grande São Paulo, começou nesta quinta-feira a montagem das barracas que foram cedidas pelo Exército para reforço de atendimento dos casos suspeitos de Influenza A (H1N1), a chamada gripe suína, na rede municipal.

  • Veja o especial sobre "gripe suína" do Último Segundo
  • Tire suas dúvidas sobre a "gripe suína"
  • Infectologistas reforçam dicas preventivas
  • Teve problemas com atendimento médico? Envie relato ao Minha Notícia

    Futura Press
    Tenda montada em Osasco para atendimento da

    Tenda montada em Osasco para atendimento da "gripe suína"

    Segundo a prefeitura, as tendas serão montadas no Hospital Municipal Central Antônio Giglio e nos prontos-socorros do Jardim Santo Antônio e Jardim Helena Maria, unidades que registram maior número de atendimentos na rede, cobrindo as três regiões da cidade: norte, sul e centro.

    Três pessoas já morreram em Osasco em decorrência da "gripe suína" - no Estado de São Paulo, foram confirmadas, até quarta-feira, 12 mortes e em todo País, 29.

    As tendas funcionarão a partir de sexta-feira. Nas barracas, será feita a triagem dos casos, evitando que os pacientes com sintoma da gripe suína tenham contato com pessoas que procuram as unidades por outros motivos.

    Volta às aulas

    O governo decide ainda nesta quinta-feira se vai determinar a prorrogação das férias escolares na rede pública para prevenir o aumento do contágio do vírus Influenza (H1N1) entre estudantes.

    Técnicos do Ministério da Saúde e do Ministério da Educação se reúnem para definir em quais municípios as férias serão mais longas e para formular um guia com orientações para pais e responsáveis será divulgado.

    Estamos discutindo essa situação e preparando orientação para pais, professores, alunos e diretores de escolas. Em algumas localidades, não tem o menor sentido [prorrogar as férias] e em outras pode ser uma coisa importante. Vamos tratar cada caso como um caso importante. Talvez, dependendo do município teremos uma orientação de estender ou não."

    (*com informações das agências Brasil e Estado)

    Leia também:

    Leia mais sobre gripe suína


    • Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.