O prefeitura de Osasco, município da Grande São Paulo, adiou em uma semana o retorno às aulas na rede municipal de ensino para prevenir a população de novos contágios pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Com isso, os cerca de 65 mil alunos das 102 escolas municipais de educação infantil e fundamental, que retornariam de férias na próxima segunda-feira, dia 27 de julho, vão voltar às aulas apenas no dia 3 de agosto.


A prefeitura afirma que a reposição das aulas que deixarem de ser ministradas nesse período será feita posteriormente.

A rede particular, que, de acordo com a prefeitura, tem retorno de férias entre os dias 29 e 31 de julho, foi convocada pela prefeitura para uma reunião na próxima segunda-feira, dia 27, pela manhã, para avaliar a situação.

Barracas do exército

Futura Press
Tenda montada em Osasco para atendimento da

Tenda montada em Osasco para atendimento da "gripe suína"

A Secretaria de Saúde de Osasco começou nesta quinta-feira a montagem das barracas que foram cedidas pelo Exército para reforço de atendimento dos casos suspeitos de "gripe suína", na rede municipal.

Segundo a prefeitura, as tendas serão montadas no Hospital Municipal Central Antônio Giglio e nos prontos-socorros do Jardim Santo Antônio e Jardim Helena Maria, unidades que registram maior número de atendimentos na rede, cobrindo as três regiões da cidade: norte, sul e centro.

Três pessoas já morreram em Osasco em decorrência da "gripe suína" - no Estado de São Paulo, foram confirmadas, até quarta-feira, 12 mortes e em todo País, 29.

As tendas funcionarão a partir de sexta-feira. Nas barracas, será feita a triagem dos casos, evitando que os pacientes com sintoma da gripe suína tenham contato com pessoas que procuram as unidades por outros motivos.

Sesi-SP também adia início das aulas

Em nota, o Serviço Social da Indústria do Estado de São Paulo (Sesi-SP) informou que o período de férias escolares também foi prorrogado . As aulas só vão começar dia 4 de agosto, uma semana após o previsto (28/07).

De acordo com o Sesi-SP, a medida é preventiva e visa combater o contágio por "gripe suína  (rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Esta ação está sendo tomada em toda a rede, que conta com 215 unidades e cerca de 150 mil alunos em todo o Estado.

Recomendação do governo

Nesta quinta-feira (23/07), o Ministério da Saúde recomendou aos estudantes com sintomas de "gripe suína" que evitem retomar as atividades enquanto não estiverem recuperados da doença, para evitar o contágio aos outros colegas. O governo também disse que os professores devem ficar atentos e orientar os estudantes com sintomas a voltar para suas casas.

A nota que diz aos pais e responsáveis que levem seus filhos aos postos de saúde ao perceberam os primeiros sintomas de gripe, que são febre repentina, tosse, coriza, dores musculares, nas articulações e dor de cabeça.

AE
O Ministério faz recomendações na volta às aulas

O Ministério explica também que os sintomas da gripe comum e da "gripe suína" (rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) são parecidos e que, na maioria das vezes, a nova gripe aparece em sua forma leve, com a grande maioria dos infectados se recuperando rapidamente, sem a necessidade do medicamento para a doença.

A possibilidade de adiar o calendário escolar ainda está em discussão com as secretarias estaduais de saúde, diz o Ministério.

Prevenção

Para prevenir a doença, é importante criar o hábito de lavar as mãos com água e sabão e evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies. Além disso, não compartilhar objetos de uso pessoal e cobrir a boca

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.