gripe suína - Gripe Suína - iG" /

OMS deixa de divulgar boletins sobre números da gripe suína

GENEBRA - A Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu deixar de divulgar balanços sobre o número de casos de gripe suína no mundo, devido à velocidade de propagação da doença. A OMS se limitará, a partir de agora, a informar sobre os novos países afetados.

Redação com AFP |


Em comunicado, a organização afirmou que "nas pandemias anteriores, os vírus gripais precisaram de mais de seis meses para se propagar tanto quanto o novo vírus A (H1N1) se propagou em menos de seis semanas".

No entanto, a OMS insistiu que a grande maioria dos pacientes se restabelece, inclusive sem tratamento médico, uma semana depois da aparição dos primeiros sintomas.

A organização acrescentou que, nos países mais afetados, a contagem dos casos individuais já não é essencial para seguir o risco causado pelo vírus, ou para dar indicações sobre a melhor resposta para a doença.

"Em alguns países, a análise sistemática dos casos suspeitos mobiliza a maior parte das capacidades dos laboratórios, o que deixa pouca margem para o acompanhamento e as pesquisas sobre fatos excepcionais", destacou.

A organização pediu aos países afetados que sigam "fatos incomuns", como, por exemplo, as infecções graves ou mortais e os sintomas pouco frequentes que possam apontar um agravamento da periculosidade do vírus.

"A OMS continuará pedindo a esses países que comuniquem os primeiros casos confirmados e, à medida do possível, deem a cada semana cifras e descrições epidemiológicas dos novos casos", diz a nota.

Leia mais sobre gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suínaomspandemia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG