rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) na Argentina dobraram nas últimas duas semanas. No período, o número saltou de 165 para 337." / gripe suína na Argentina dobram em duas semanas - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) na Argentina dobraram nas últimas duas semanas. No período, o número saltou de 165 para 337." /

Mortes por gripe suína na Argentina dobram em duas semanas

BUENOS AIRES - As mortes provocadas pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) na Argentina dobraram nas últimas duas semanas. No período, o número saltou de 165 para 337.

Agência Estado |

Os dados confirmam que o País é o segundo com mais mortos pela gripe, atrás apenas dos Estados Unidos, com 353 mortes. Depois de passar duas semanas sem atualizar os dados da doença na Argentina, o Ministério de Saúde divulgou nesta quarta-feira um relatório detalhado sobre a "gripe suína" e outros tipos de influenza.

O balanço oficial, com dados de 17 de maio a 1 de agosto de 2009, diz que foram notificados 762.711 casos de doença tipo Influenza (ETI, pela sigla em espanhol), a gripe tradicional. Mas segundo o vice-ministro de Saúde, Máximo Diosque, o vírus H1N1 substituiu a gripe tradicional e representa 93% dos casos.

Isso significa que 709.321 pessoas tiveram a nova gripe. Porém, os laboratórios só confirmaram 5.710 casos, uma vez que são feitas apenas em pessoas pertencentes aos grupos de riscos.

O relatório do Ministério de Saúde informa ainda que "o total de casos de Infecção Respiratória Aguda Grave que exigiram internação hospitalar chegou a 6.384, com 337 mortes em 18 províncias, enquanto 402 óbitos se encontram em análise, em laboratório".

A imprensa local afirma que as mortes provocadas pela gripe suína ultrapassam 400 pessoas, segundo os números das autoridades provinciais.

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG