BRASÍLIA - A Fundação Ezequiel Dias (Funed) vai começar a realizar, em um prazo de 15 dias, exames para a confirmação do diagnóstico de gripe suína. Atualmente, as amostras de secreção respiratória de casos suspeitos são analisadas exclusivamente pelo Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo, pelo Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará, e pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Minas Gerais, a coleta de amostras para a realização de exame laboratorial será indicada apenas em casos suspeitos de doença respiratória aguda grave e em situações de surto em ambientes fechados restritos.

Minas Gerais registra, ao todo, 528 casos suspeitos e 179 casos confirmados de "gripe suína". Até o momento, o Estado registra três mortes provocadas pela doença.

Mais dez óbitos estão sob investigação ¿ um em Barbacena, um em Belo Horizonte, um em Montes Claros, um em São Sebastião do Paraíso, dois em Viçosa, um em Coromandel, um em Uberlândia, um em Além Paraíba e um em Januária.

País tem quase 200 mortes pela gripe

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.