Gripe suína faz primeira vítima em Belo Horizonte

Uma gestante é a primeira vítima da Influenza A (H1N1), popularmente conhecida como gripe suína, em Belo Horizonte, em Minas Gerais. A informação foi confirmada hoje pela Secretaria Municipal de Saúde.

Agência Estado |

A mulher, de 26 anos, estava internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Mater Dei desde o dia 28. Ela morreu no domingo. A doença foi confirmada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Segundo a secretaria, a gestante deu à luz no período em que esteve internada. O bebê passa bem e não foi contaminado. No município, foram confirmados até ontem 131 casos de gripe suína. Há 1.173 suspeitos e 283 descartados.

Mulheres gestantes fazem parte do chamado grupo de risco, que inclui ainda doenças metabólicas e respiratórias, cardiopatias crônicas, hipertensão arterial e imunodepressão (pessoas com o sistema imunológico debilitado, como pacientes de câncer e aids). Ontem, todas as funcionárias grávidas (servidoras e estagiárias) do Ministério Público Federal (MPF) em todo o País foram liberadas de comparecer ao trabalho até o dia 31 por causa da nova gripe. O MPF também vai recomendar às empresas prestadoras de serviço a adoção de medida semelhante às funcionárias gestantes. Se houver possibilidade, as mulheres liberadas poderão, a critério da chefia imediata, fazer o serviço em casa.

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG