Gripe: governo negocia compra de vacina, diz secretário

O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Reinaldo Guimarães, afirmou que o governo federal iniciou negociações com empresas que desenvolvem vacina para influenza A (H1N1), a chamada gripe suína. Ele disse que não se sabe quanto poderia ser comprado pelo País.

Agência Estado |

Mas não será barata, adiantou. Além da compra, parte da demanda brasileira seria atendida pela produção no Instituto Butantã.

A estratégia vai obrigar o governo a comprar vacina de gripe comum em 2010, para permitir que parte dos esforços do Butantã fique voltada para a produção da vacina contra gripe suína. O governo definirá a política a ser adotada na semana que vem. Esses preparativos seriam feitos para uma provável demanda no próximo ano. Trata-se de uma estratégia para uma eventual segunda onda da epidemia, afirmou.

Guimarães contou que o desenvolvimento da vacina contra a influenza A (H1N1) esbarra em dois problemas. O primeiro deles é a capacidade dos fabricantes em abastecer o mercado. Já há um convencimento de que não haverá vacinas para todos no mundo. O segundo está relacionado à dificuldade no seu desenvolvimento: a vacina contra a gripe suína tem rendimento menor do que a da gripe comum nos laboratórios, o que pode atrasar o cronograma para a entrega. Tudo o que está relacionado com vacinas é a médio prazo. Nada é imediato, disse Guimarães. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG