rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Hospital Estadual Rocha Faria, onde a jovem estava internada." / gripe suína morre no Rio de Janeiro - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Hospital Estadual Rocha Faria, onde a jovem estava internada." /

Grávida vítima de gripe suína morre no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Uma mulher grávida de 24 anos morreu na tarde de quinta-feira vítima da gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo Hospital Estadual Rocha Faria, onde a jovem estava internada.

Redação |

AP
Grávidas e crianças são as que mais sofrem com gripe
Segundo a direção do hospital, a gestante morreu por volta das 15h20 com quadro de pneumonia e insuficiência respiratória. Ela estava internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde o dia 21 de julho. "Ela já chegou com um quadro grave", disse o hospital.

Antes, a jovem havia passado por atendimento também no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, na Ilha do Fundão, zona norte do Rio, mas foi encaminhada para o Rocha Faria por falta de vagas.

Gestantes

Na quarta-feira, pesquisadores dos Estados Unidos divulgaram um estudo que mostra que  grávidas têm risco maior de desenvolverem sintomas graves com a "gripe súina" e de morrerem.

Embora as grávidas sempre tenham sido mais suscetíveis aos efeitos mais graves das gripe em geral, o novo vírus H1N1 está provocando um número excepcional de vítimas, segundo os pesquisadores.

"Vimos quadruplicar a taxa de internação entre grávidas doentes em comparação com a população geral", disse por telefone Denise Jamieson, do Centro de Prevenção e Controle de Doenças dos EUA (CDC).

Mais leitos

O Ministério Público Federal do Rio de Janeiro (MPF-RJ) divulgou nesta quarta-feira que pediu aos hospitais federais do município do Rio que disponibilizem mais leitos para os pacientes com suspeitas de "gripe suína". Se o pedido não for cumprido, os responsáveis poderão responder a uma ação judicial, segundo o MPF.

A recomendação foi feita porque existe, de acordo com o órgão, omissão por parte da direção geral desses hospitais e do próprio do Ministério da Saúde em disponibilizar leitos para a central estadual de regulação, conforme previsto na legislação do Sistema Único de Saúde (SUS).

A resolução foi feita em conjunto com as secretarias Municipal e Estadual de Saúde que determina que cada um dos hospitais federais disponibilize dois leitos de terapia intensiva para pacientes que apresentem sintomas graves de gripe ou doença respiratória aguda.

Leia também

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suínagrávidamortes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG