Governos estaduais e municipais vão definir data de volta às aulas na rede pública

BRASÍLIA - Mesmo diante do receio de que a influenza A (H1N1) ¿ gripe suína ¿ se espalhe, o Grupo Executivo Interministerial (GEI) aprovou recomendações feitas pelos ministérios da Saúde e da Educação, deixando a critério dos governos estaduais e municipais definir a data do fim das férias escolares na rede pública de ensino e do início do segundo semestre letivo.

Agência Brasil |

  • Veja o especial sobre "gripe suína" do Último Segundo
  • Tire suas dúvidas sobre a "gripe suína"
  • Infectologistas reforçam dicas preventivas
  • Teve problemas com atendimento médico? Envie relato ao Minha Notícia
  • Segundo nota divulgada na segunda-feira, eventuais alterações do calendário escolar deverão considerar especificidades locais e só serão postas em prática quando as secretarias estaduais ou municipais de Saúde e de Educação concordarem.

    Independentemente da data estipulada pelos governos locais, o GEI recomenda que os alunos gripados ou com sintomas da doença evitem retornar às aulas até estarem recuperados, já que a gripe comum e a suína têm sinais parecidos.

    Composto por representantes de 16 órgãos do governo federal, o GEI é o grupo responsável pela adoção e recomendação de medidas para conter a disseminação da influenza A (H1N1) - gripe suína - no Brasil.

  • Leia também:

    • Leia tudo sobre: gripe suínavolta às aulas

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG