A Secretaria de Saúde de Santa Catarina informou que, devido à redução no número de casos de infecção pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) no Estado, as gestantes vão retornar ao trabalho.


"As mudanças nas recomendações que estavam em vigor se devem ao fato de que, comprovadamente, houve uma redução na ocorrência de casos de doença respiratória pelo vírus Influenza A (H1N1) em Santa Catarina, o que, consequentemente, representa menor risco de transmissão da doença", informa o secretário de Estado da Saúde, Dado Cherem.

A Vigilância Epidemiológica recomenda que, a partir de segunda-feira (14/09), as gestantes retornem às atividades que desempenhavam anteriormente ao mês de agosto, quando foi determinado o remanejamento das mulheres grávidas que trabalhavam em contato com o público externo.

Em nota, a secretaria pede para que a população continue a seguir medidas de higiene como prevenção à doença.

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.