Empresa australiana desenvolve primeira vacina contra a gripe

Sydney (Austrália) - A empresa australiana do ramo farmacêutico CSL começou a fazer hoje os primeiros testes em seres humanos de uma vacina contra o vírus da gripe suína.

EFE |

Em comunicado, a CSL informa que espera poder começar a distribuir em setembro o medicamento contra o vírus A(H1N1), que já causou 40 mortes na Austrália.

Participam dos testes 240 adultos. Eles pagaram cerca de 400 dólares australianos (US$ 320) cada um para se submeter ao tratamento oferecido pelo Hospital Real da cidade de Adelaide.

Primeiro, os integrantes do grupo fizeram um exame de sangue. Em seguida, metade dos participantes dos testes recebeu hoje uma injeção com uma dose da vacina, enquanto o restante tomou duas doses.

Dentro de duas semanas eles passarão por novos exames. No dia 4 de agosto, começam os testes em crianças e jovens, segundo a CSL.

A vacina é similar à existente para a gripe comum; a diferença é que inclui a cepa da gripe suína.

A Austrália tem 14.703 casos confirmados da doença.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

Leia também:

Leia mais sobre gripe suína

    Leia tudo sobre: doenças de invernogripe suínavírus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG