rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo o defensor público André Ordacgy, a ideia é que o serviço público federal siga o exemplo do governo estadual, que concedeu licença às funcionárias gestantes." / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo o defensor público André Ordacgy, a ideia é que o serviço público federal siga o exemplo do governo estadual, que concedeu licença às funcionárias gestantes." /

Defensoria quer que servidoras federais grávidas também entrem de licença no Rio

RIO DE JANEIRO - A Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro deve ajuizar nesta sexta-feira uma ação civil para exigir que o governo federal conceda licença de duas semanas a todas as servidoras públicas federais grávidas no estado, por causa da gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Segundo o defensor público André Ordacgy, a ideia é que o serviço público federal siga o exemplo do governo estadual, que concedeu licença às funcionárias gestantes.

Agência Brasil |

Na esfera estadual, o governo do Rio já concedeu a licença até o final de agosto. Então é dar um tratamento isonômico às gestantes [servidoras federais], porque gestante é gestante. Pouco importa se ela é municipal, estadual ou federal. Ela está sob risco de contrair a gripe suína, seja ela servidora de que espécie for, disse Ordacgy.

AE

Gestante procura por atendimento na tenda do Hospital Miguel Couto, no Rio

Essa é a terceira ação civil ajuizada pela Defensoria Pública da União, referente à gripe suína. Na quinta-feira, Ordacgy entrou na Justiça para pedir a ampliação do número de leitos de emergência e de tratamento intensivo no estado, para tratar os doentes. Anteriormente, ele já havia ingressado com uma ação para liberar medicamentos e exames de confirmação da doença para todos os interessados.

Até o momento, nenhum dos dois pedidos teve resposta da Justiça. Uma quarta ação deve ser impetrada em outubro, para responsabilizar civilmente as autoridades públicas pelas mortes e problemas em atendimentos nas unidades de saúde do Rio.

Leia também:


Leia mais sobre:
gripe suína


    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG