gripe suína nas mãos do governo - Gripe Suína - iG" /

Congresso deixa gripe suína nas mãos do governo

O Congresso não vai criar obstáculos para a aprovação das medidas que o governo federal julgar necessárias para combater a gripe suína, que matou pelo menos 582 pessoas no País. A oposição cedeu na quarta-feira aos argumentos do Executivo e desistiu de apresentar na Câmara uma proposta que liberava as grávidas de suas atividades profissionais por 30 dias por causa do risco de contágio da nova gripe.

Congresso em Foco |

O autor da proposição, deputado Alceni Guerra (DEM-PR), disse que cedeu ao apelo emocional do Ministério da Saúde e aos números do Ministério do Planejamento sobre o impacto que a mudança provocaria para engavetar, momentaneamente, a matéria. O afastamento, segundo o deputado, poderia beneficiar 4 milhões de grávidas em todo o País.

São dois ministérios importantes. O [José Gomes] Temporão [ministro da Saúde] e o Paulo Bernardo [ministro do Planejamento] farão apelo aos empresários nesse sentido, ponderou Alceni, que havia anunciado para esta semana a apresentação de um requerimento para que o Executivo determinasse ao poder público e à iniciativa privada o afastamento temporário das grávidas de seus serviços

Leia reportagem completa no Congresso em Foco

+ Brasil passa os EUA e é o País com maior número de mortos no mundo

    Leia tudo sobre: congresso em focogripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG