Um especialista da Organização Mundial da Saúde (OMS), Sin Lun Tam, informou nesta segunda-feira (14) que cerca de 40% das mortes provocadas pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS) ¿ são de pessoas saudáveis e jovens.

Segundo ele, mais da metade das pessoas infectadas pela doença e que apresentaram um agravamento dos sintomas têm 20 anos ou menos. As informações são da agência portuguesa Lusa.

Sin Lun Tam destacou ainda que entre 15% e 30% dos pacientes hospitalizados precisam ser internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e que a infecção pelo vírus Influenza H1N1 leva a complicações pulmonares de forma mais frequente do que quando comparada aos casos de gripes sazonais.

A taxa de mortalidade da doença, de acordo com o especialista, é mais elevada nos grupos de pessoas com idade entre 25 e 49 anos ou nos mais velhos. Até a última sexta-feira (11), a OMS havia registrado pelo menos 3.205 mortes desde o aparecimento do novo vírus Influenza H1N1.

Leia mais sobre: gripe suína

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.