rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS), as pessoas estão com receio de ir aos hospitais fazer doações, o que tem diminuído drasticamente os bancos de sangue das unidades de saúde." / gripe suína - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS), as pessoas estão com receio de ir aos hospitais fazer doações, o que tem diminuído drasticamente os bancos de sangue das unidades de saúde." /

Associação faz apelo por doação de sangue após redução por causa da gripe suína

RIO DE JANEIRO ¿ A Associação Brasileira de Bancos de Sangue do Rio de Janeiro faz um apelo à população do Estado para que doe sangue. Segundo o órgão, devido ao avanço da ¿gripe suína¿ (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS), as pessoas estão com receio de ir aos hospitais fazer doações, o que tem diminuído drasticamente os bancos de sangue das unidades de saúde.

Redação |

Os estoques, que normalmente já são baixos, estão ainda mais reduzidos porque, com o agravamento da gripe suína, as pessoas estão com medo de ir aos hospitais, avaliou a hemoterapeuta Regina Mendes.

Segundo a médica, quem não quiser comparecer aos hospitais pode procurar clínicas privadas para que seja feita a coleta. Para ser um doador, é preciso estar bem de saúde, ter entre 18 e 65 anos e pesar mais de 50 quilos. Pessoas gripadas não devem doar sangue.

Dados do Ministério da Saúde revelam que cerca de 1,8% da população doa sangue regularmente, índice considerado muito baixo. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), seria necessário que 5% da população adotassem a prática.

Hemorio em alerta

O Instituto Hemorio, que abastece com sangue e derivados cerca de 200 unidades de saúde conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) no Rio de Janeiro, está em estado de alerta por causa da queda no número de doações.

Para a chefe do Serviço de Atendimento ao Doador do Hemorio, Nara Faria, a situação é preocupante, pois a média de doações diárias é de 350 bolsas, mas há dez dias esse número não passa de 200.

Nesta época do ano, de férias escolares, chuva e frio, o número de doações costuma cair, mas neste ano a queda foi muito maior que a dos anos anteriores. Acreditamos que o principal agravante seja a Influenza A, pois as pessoas estão com medo de ir aos hospitais.

As doações podem ser feitas na sede do Hemorio, na Rua Frei Caneca, 8, das 7h às 18h, de segunda a domingo, inclusive nos feriados. Existem ainda na cidade 26 postos públicos de coleta de sangue. Os endereços e horários de funcionamento dos postos podem ser obtidos pelo Disque Sangue (0800-282-0708).

*com informações da Agência Brasil

Leia também

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG