rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Ambos os casos foram confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista." / Gripe suína : Campinas e Guaratinguetá registram duas mortes - Gripe Suína - iG" / rebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Ambos os casos foram confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista." /

Gripe suína : Campinas e Guaratinguetá registram duas mortes

SÃO PAULO - Os municípios de Campinas, no interior paulista, e Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, confirmaram nesta quarta-feira mais duas mortes causadas pela gripe suína (http://ultimosegundo.ig.com.br/gripesuina/2009/04/30/gripe+suina+oms+decide+adotar+a+denominacao+gripe+a+h1n1+5867930.html target=_toprebatizada de gripe A H1N1 pela OMS). Ambos os casos foram confirmados pelo Instituto Adolfo Lutz, na capital paulista.

Agência Estado |

Até ontem, o total de vítimas decorrentes da enfermidade no Estado de São Paulo chegava a 50. Já em todo o País, foram confirmadas 129 mortes até ontem.

A sétima vítima da gripe suína em Campinas é uma mulher de 32 anos que morreu na última quinta-feira, logo após receber atendimento em um hospital da rede pública.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ela apresentava outras doenças que comprometiam seu sistema imunológico. O município já registrou 114 infectados pelo vírus da "gripe suína".

Já Guaratinguetá confirmou a primeira morte decorrente da Influenza A (H1N1) na cidade. De acordo com a prefeitura, trata-se de um menino de sete anos que morreu no dia 27 de julho.

Outros três casos foram confirmados na cidade - todos os pacientes concluíram o tratamento e, segundo a prefeitura, passam bem.

Veja as diferenças entre a nova gripe e a gripe comum:

Leia também:

Leia mais sobre: gripe suína

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG