Vox Populi/iG: Brasileiros querem que Dilma priorize saúde

Pesquisa encomendada pelo portal mostra o que os brasileiros esperam do novo governo

iG São Paulo |

Quatro em cada dez brasileiros apontam a saúde como a área que deve ser tratada como prioridade no futuro governo Dilma Rousseff (PT). É o que mostra pesquisa Vox Populi encomendada pelo iG , realizada entre 19 e 23 de novembro sobre a expectativa dos brasileiros em relação ao próximo governo.

O levantamento apontou também que a maioria dos brasileiros está otimista em relação ao governo de Dilma , espera que a presidenta eleita mantenha o Enem como mecanismo de avaliação da educação e é contra mudanças nas leis que regem temas polêmicos como aborto, união homossexual e descriminalização das drogas

Para 42% dos entrevistados, a saúde deve ser a preocupação número 1 da presidenta eleita.

A segunda prioridade, de acordo com o levantamento, deve ser a criação de empregos – citada por 24%.

O controle da inflação, uma das bases do chamado tripé da macroeconomia (juntamente com controle fiscal e câmbio flutuante), é citado por apenas 2% dos entrevistados como prioridade – atrás de ações para a educação (11%), combate à corrupção (9%), segurança pública/criminalidade (8%) e habitação (1%).

A proteção ao meio ambiente, que entrou em pauta na última campanha em razão do discurso da então candidata Marina Silva (PV), foi lembrada por apenas 1% dos eleitores.

Para  pesquisa, o instituto ouviu 2.200 pessoas em 161 municípios. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais.

A saúde também aparece no topo das prioridades quando o entrevistado pode citar três temas.

Nesse caso, a questão é citada por 84%, e a educação se torna o segundo tema mais importante (57%), à frente da criação de empregos (55%).

Os índices não variam significativamente entre as diferentes regiões do País.

Entre as promessas feitas por Dilma durante a campanha, o eleitor avalia que ela, a partir de agora, deve priorizar: a saúde (31%), a redução de impostos (22%), a educação (21%), o combate à corrupção (9%) e a segurança pública (8%).

Entre os entrevistados que disseram ter votado em José Serra (PSDB) nas eleições, 37% afirmam que a redução de impostos deve ser prioridade, contra 27% dos que votaram em Dilma.

A pesquisa apontou também que a maioria da população brasileira é contra a privatização de empresas estatais, tema que marcou o segundo turno da campanha eleitoral – petistas passaram a campanha dizendo que, se fosse eleito, Serra poderia promover a desestatização de empresas estratégicas.

Segundo o Vox Populi, 61% dos eleitores se opõe à ideia de o governo privatizar essas empresas, contra 24% que defendem a ideia. A rejeição é maior entre os que se declaram não ter religião (69%) – entre católicos, por exemplo, a rejeição é de 59% e, entre evangélicos, de 62%.

Para a maioria da população, o governo deve tomar conta de setores como aeroportos (67%), portos (71%), rodovias (70%) e metrô (70%).

As prioridades do governo Dilma, segundo o eleitor

Gerando gráfico...
Vox Populi
    Leia tudo sobre: governo luladilma roussefftransição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG