Governo tailandês faz reunião de urgência centrada na crise

Bangcoc, 2 mai (EFE).- O Gabinete do primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, e os chefes das forças de segurança, se preparam para fazer neste domingo uma reunião de urgência, centrada no persistente protesto dos "camisas vermelhas".

EFE |

Bangcoc, 2 mai (EFE).- O Gabinete do primeiro-ministro tailandês, Abhisit Vejjajiva, e os chefes das forças de segurança, se preparam para fazer neste domingo uma reunião de urgência, centrada no persistente protesto dos "camisas vermelhas". A reunião anunciada pelo vice-primeiro-ministro, Suthep Thaugsuban, acontece quando aumenta a pressão sobre o Governo a fim de que solucione a crise política reaberta pelos manifestantes que ocupam o coração comercial de Bangcoc há quatro semanas. Os "camisas vermelhas" da Frente Unida para a Democracia e contra a Ditadura exigem a dissolução do Parlamento e eleições antecipadas. Enquanto uma parte da sociedade tailandesa defende uma saída negociada para a crise, outra, e entre esta a legenda conservadora dos chamados "camisas amarelas", quer que o Governo declare a lei marcial e ordene ao Exército acabar com o protesto de seus rivais, os "camisas vermelhas". Embora milhares de "camisas vermelhas" continuem acampados em sua base fortificada, seu número caiu gradualmente durante os últimos dias, segundo fontes internas, por causa dos atritos entre seus líderes e o financiamento minguante. EFE mfr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG