Governo confirma roubo, mas nega que automóvel roubado foi doado por Chávez

La Paz, 4 mai (EFE).- Um dos veículos de segurança do presidente da Bolívia, Evo Morales, foi roubado no domingo enquanto o motorista ia comprar pão.

EFE |

La Paz, 4 mai (EFE).- Um dos veículos de segurança do presidente da Bolívia, Evo Morales, foi roubado no domingo enquanto o motorista ia comprar pão. O Governo confirmou a informação e esclareceu que o veículo não é um dos 16 automóveis 4x4 que o governo da Venezuela presenteou a Bolívia em novembro de 2008. Em comunicado divulgado esta tarde, o Governo informou que se trata de um Toyota Land Cruiser modelo 1996, registrado no nome da Presidência e atribuído aos Serviços Gerais do Palácio. Inicialmente os meios de comunicação tinham informado que o veículo era um dos carros doados pela Venezuela à Bolívia para a segurança do presidente Morales, mas o Governo esclareceu que a caminhonete era de propriedade do Estado desde 1997. Os meios de comunicação da cidade assinalaram que na segunda-feira nenhum funcionário do Governo quis se referir ao tema, que veio à tona após a denúncia feita pelo chofer à Direção de Roubo de Veículos da Polícia. Segundo o relatório oficial, o carro tem um seguro na empresa Credimform que cobrirá 80% do custo do veículo, igual a US$ 20 mil, enquanto o resto será pago pelo responsável pela perda. "Desta maneira se garante que não haja dano econômico ao Estado, pois se recupera a totalidade do valor do bem furtado", disse o comunicado do Ministério da Presidência. EFE ja/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG