Promotor se pronuncia hoje sobre audiência em Minas

O adolescente J. pode ser enquadrado no crime de sequestro, o suficiente para aplicação da pena socioeducativa

AE |

selo

O promotor do Ministério Público de Minas Gerais, Leonardo Barreto Moreira Alves, deve entregar hoje as considerações finais sobre o caso Bruno, que serão anexadas no processo, após a audiência realizada ontem, no Juizado da Infância e da Juventude de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

O adolescente J. pode ser enquadrado no crime de sequestro, o suficiente para aplicação da pena socioeducativa, de acordo com o promotor. Segundo a Justiça, o advogado de defesa, Eliézer Jônatas de Almeida Lima, terá acesso ao processo, e também contará com um prazo de 24 horas para apresentar suas considerações. Por fim, o juiz Elias Charbil Abdou Obeid proferirá a sentença do menor J., de 17 anos. Ele é primo do goleiro Bruno Fernandes de Souza.

A audiência de instrução do processo do menor aconteceu às 13h30 de ontem, realizada pelo juiz Elias Charbil, com a finalidade de colher provas e depoimentos das testemunhas para verificar a participação do menor no desaparecimento de Eliza Samúdio, ex-amante de Bruno.

O atleta, o ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, e Luiz Henrique Romão, o Macarrão, participaram do depoimento. Todos seguiram orientação dos advogados e não disseram uma palavra.

    Leia tudo sobre: eliza samudiobrunocrimedayanne souza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG