Polícia procura corpo de Eliza em casa em Vespasiano

Local foi apontado por primo de Bruno, que segundo a polícia, confessou participação no sequestro e morte da ex do goleiro

iG São Paulo |

iG São Paulo
Adolescente é levado à casa onde policiais buscam corpo de Eliza Samudio (FOTO: Domingos Peixoto/Agência O Globo)
A Polícia Civil de Minas Gerais informou nesta quarta-feira que bombeiros, policiais e peritos realizam buscas em uma casa onde poderiam estar os restos mortais da modelo Eliza Samudio, ex-amante do goleiro Bruno, do Flamengo, e desaparecida desde o começo de junho. Segundo a assessoria da Polícia Civil, foi possível chegar à casa, que fica na cidade de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, por orientações do menor que prestou depoimento ontem no Rio de Janeiro. Primo de Bruno, ele esteve no local para orientar policiais. Antes de entrar na residência, por volta das 15h20, policiais tiveram de retirar cachorros da raça rottweiler que estavam no local.

O adolescente, de 17 anos e apreendido ontem na casa de Bruno, confessou em depoimento, segundo a polícia, seu envolvimento no sequestro de Eliza. O jovem, cuja identidade não foi divulgada, reconheceu que agiu ao lado do amigo e braço-direito de Bruno, Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como "Macarrão". O menor afirmou ainda que Eliza foi morta por estrangulamento, informou hoje o Ministério Público do Rio de Janeiro.

Já estão presas temporariamente em Belo Horizonte cinco pessoas supostamente ligadas ao desaparecimento de Eliza Samudio, informou a Polícia mineira. Entre eles está a mulher de Bruno, Dayanne de Souza, detida nesta quarta-feira em sua casa, em Belo Horizonte, e conduzida no começo da manhã ao Departamento de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa da capital mineira, informou seu advogado, Ércio Quaresma Firpe.

Futura Press
Pessoas se aglomeram em frente à casa, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, onde polícia procura corpo de Eliza Samudio
A Justiça expediu na manhã desta quarta o mandado de prisão temporária do goleiro de Bruno, suspeito no desaparecimento de sua ex-amante. No final da tarde desta quarta-feira, o atleta se apresentou na Polinter, no Andaraí, na zona norte do Rio de Janeiro.

Bruno foi apontado como principal suspeito no desaparecimento de Eliza, que brigava na Justiça para que o goleiro reconhecesse a paternidade de seu filho de 4 meses.

No fim da noite desta terça-feira, o Ministério Público do Rio de Janeiro pediu a prisão temporária do atleta e de seu amigo braço-direito Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como "Macarrão", que também se apresentou à polícia.

Eliza Samudio, de 25 anos, está desaparecida desde o início de junho. O filho da jovem, de 4 meses e que seria fruto de um relacionamento com o atleta do Flamengo, foi encontrado pela Polícia há duas semanas em poder de uma família de conhecidos da atual mulher do jogador e foi entregue ao avô materno.

*Com EFE

    Leia tudo sobre: eliza samudiobrunocrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG