Polícia intima mulher do goleiro do Flamengo

Dayane Fernandes deve prestar depoimento nesta quarta-feira no Departamento de Investigações

Alessandra Mendes, especial para o iG |

A mulher de Bruno Fernandes, goleiro do Flamengo investigado pelo desaparecimento da ex-namorada Eliza Samudio, foi intimada pela Polícia Civil a prestar depoimento sobre o caso. Dayane Fernandes é esperada nesta quarta-feira no Departamento de Investigações onde será ouvida novamente pelos delegados que conduzem a investigação.

O horário do depoimento de Dayane ainda não foi divulgado, mas deve ser na parte da tarde, como cogitou o advogado dela, Ércio Quaresma. Ele também defende o amigo de Bruno, Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, a mulher dele identificada apenas como Georgina, o caseiro do sítio do goleiro, Elenílson Vítor da Silva e outros dois amigos do jogador que já foram ouvidos pela polícia. Macarrão deve depor na próxima segunda-feira em Belo Horizonte, mas ainda não foi intimado.

Dayane chegou a ser presa em flagrante no dia 11 de junho quando prestou seu primeiro depoimento à polícia e negou saber do paradeiro do filho de Eliza, um menino de 4 meses que seria filho do jogador. A criança foi encontrada em uma favela do bairro Liberdade, em Contagem, na Grande BH. Após o episódio, Dayane confessou que ficou com o menino a pedido de Macarrão, amigo de Bruno. Depois entregou a criança para conhecidos quando soube de Macarrão que policiais estavam indo até o local.

Para a polícia, Dayane negou ter visto Eliza no sítio do marido, em Esmeraldas (Grande BH). Agora ela vai ser ouvida novamente para confrontar as versões de outras testemunhas que já prestaram depoimento. Uma das pessoas ouvidas disse que viu Eliza e o menino no sítio de Bruno junto com ele no início do mês passado. Os delegados vão querer saber onde estava Dayane nesta ocasião. O goleiro, que não foi intimado, deve prestar esclarecimentos sobre o caso na Delegacia de Homicídios da capital mineira nesta sexta-feira.

    Leia tudo sobre: Eliza SamudioBrunodesaparecimentogoleiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG