Perícia determinou que três das cinco manchas no veículo do jogador são da ex-amante do jogador

Conforme adiantou o iG , as marcas de sangue encontradas na Range Rover do goleiro do Flamengo, Bruno Fernandes, são de Eliza Samudio. O resultado do exame de DNA feito nas amostras saiu nesta tarde e, em entrevista coletiva à imprensa, o chefe do Instituto de Criminalística de Belo Horizonte, Sérgio Ribeiro, confirmou que o material genético coletado é da ex-amante do jogador.

Foram encontradas cinco manchas no interior do carro: no banco traseiro (lado direito), no encosto do passageiro (parte traseira), assoalho traseiro (lado direito), assoalho dianteiro (lado do passageiro) e porta traseira (lado direito, próximo ao piso).

Das cinco amostras, três foram comprovadas como sendo do sangue de Eliza, uma outra não deu resultado conclusivo e outra é de um DNA masculino.

As manchas do carro são de "contato" e "projeção". Significa dizer que Eliza encostou no carro para deixar os resíduos de sangue, e também foi agredida, muito provavelmente por uma coronhada, para que o sangue esguichasse em partes do veículo.

O chefe do Departamento de Investigações afirma que a polícia já tem indícios para provar a materialidade indireta, ou seja quando o corpo da vítima não é encontrado. "Já temos vestígios para pedir o indiciamento dos suspeitos do desaparecimento de Eliza, mesmo se o corpo dela não for encontrado" esclareceu o delegado.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.