OAB investiga irregularidade em inquérito sobre morte de Eliza

Delegadas afastadas pela Polícia Civil teriam participado de depoimento de amante do goleiro Bruno

Alessandra Mendes, especial para o iG |

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Minas Gerais, que acompanha de perto a condução das investigações sobre o desaparecimento e morte de Eliza Samudio, investiga uma possível irregularidade na condução do inquérito policial. O motivo seria a participação das delegadas Alessandra Wilke e Ana Maria Santos, afastadas das investigações pela chefia da polícia na segunda-feira (19), terem participado ontem do depoimento de Fernanda Gomes, uma amante do goleiro Bruno. Elas fizeram perguntas a Fernanda, ouvida como testemunha no caso. O depoimento foi presenciado por uma representante da OAB, que fez um relatório das atividades.

Segundo o Secretário Geral da OAB, Sérgio Braga, a chefia da Polícia Civil já foi acionada. Braga adiantou que, “caso tenha mesmo acontecido desta forma, o depoimento pode até ser anulado, por causa da irregularidade“. A assessoria de imprensa da Polícia Civil informou que as delegadas foram afastadas da coordenação das investigações e não do caso. E que o novo presidente do inquérito, delegado Edson Moreira, poderia escolher outros policiais para ajudá-lo na condução das investigações, inclusive as duas delegadas.

A assessoria disse que teria havido um mal entendido entre o que foi dito pelo chefe da polícia e o que foi publicado pela imprensa. Mas o iG procurou os assessores na segunda-feira que confirmaram o afastamento das delegadas do caso e não apenas da coordenação.

Polícia deve divulgar resultado sobre vazamento de vídeo

Ainda nesta tarde, o chefe da corporação, delegado Marco Antônio Monteiro, deve conceder entrevista coletiva para dar satisfações sobre o vazamento do vídeo feito dentro do avião da polícia, onde Bruno atribui a Macarrão a culpa pelo que aconteceu a Eliza. O prazo de 48 horas para apuração termina hoje, quando deve ser apontado o responsável pelo vazamento e quais as medidas serão tomadas.

    Leia tudo sobre: Desaparecimentogoleiro Brunoeliza samudio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG